domingo, 27 de março de 2011

As feridas invisíveis são as mais profundas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário